Liquida Porto Alegre 2020 tem recorde de adesões com 5.200 lojas participantes

13/02/2020

Liquida Porto Alegre 2020 tem recorde de adesões com 5.200 lojas participantes

Número representa um incremento de 15,5% em relação a 2019, e os descontos devem chegar a 70%.

A 24ª edição do Liquida Porto Alegre, promovida pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (CDL POA), apresenta recorde de participantes e perspectivas econômicas positivas de comercialização. O lançamento e a coletiva de imprensa do evento acontecem no Salão Nobre da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, nesta quinta-feira (13), às 10h, com a presença do presidente da CDL POA, Irio Piva, do coordenador do Liquida Porto Alegre, Carlos Frederico Schmaedecke, do economista-chefe da Entidade Varejista, Oscar Frank, e do prefeito municipal de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior.

Realizada entre os dias 14 e 22 de fevereiro, a maior promoção do Sul do Brasil inicia com a adesão de 5.200 lojas cadastradas, acima da expectativa dos organizadores do evento: “tínhamos como meta para 2020, 5 mil adesões. Ultrapassamos esse número antes mesmo do lançamento oficial. No último ano, chegamos a 4.500 participantes. Temos um incremento de 15,5% em relação a 2019. E as adesões continuam durante os próximos dias”, explica Carlos Schmaedecke.

Irio Piva detalha que as bandeiras da nova gestão da CDL POA – Tecnologia e Inovação – já estão sendo aplicadas no Liquida Porto Alegre deste ano. “Ampliamos nossa presença no meio digital, não só para reforçar a marca junto aos consumidores, mas também para aumentar o engajamento e a participação dos lojistas por meio da divulgação das promoções de cada empresa nas redes sociais da Campanha”, explica o dirigente. Piva também salienta a presença consistente da Prefeitura Municipal nesta edição, acolhendo o lançamento do evento em sua sede e reforçando o potencial da iniciativa para o desenvolvimento do varejo.

Para o economista-chefe da Entidade, Oscar Frank, alguns indicadores apontam para a aceleração da atividade do comércio em 2020, como a confiança dos consumidores e as perspectivas para o crescimento do crédito e da renda das famílias: “Temos uma perspectiva de melhora gradual, que suporta um crescimento moderado”. Sobre o período escolhido para o Liquida Porto Alegre, o economista afirma que “os dados da Pesquisa Mensal do Comércio, do IBGE, para o Rio Grande do Sul mostram que a receita bruta do varejo restrito cai, em média, 15,3% em fevereiro em comparação com o arrecadado ao longo de um ano inteiro. Ainda que outras cidades do Interior façam parte do levantamento, acreditamos que as estatísticas reflitam boa parte da realidade do setor na Capital”.

A intenção do Liquida Porto Alegre é criar um ambiente propício para os negócios, que estimule a economia, gere empregos e renda. “Percebemos um aumento da confiança dos consumidores, e isso deve ser revertido em uma maior procura por produtos. O Liquida Porto Alegre é feito para todos – lojistas e consumidores. Para auxiliar nesse ambiente de promoções, criamos o site liquidaportoalegre.com.br, onde as lojas participantes são facilmente localizadas e filtradas por segmento, bairro ou shopping”, afirma o presidente Irio Piva.

 

Números do Liquida Porto Alegre:

– 2.200 novas lojas em relação ao ano passado (representam 42% do total de participantes em 2020);

– 940 lojas participantes estão localizadas em shoppings centers (18%);

– Bairros com maior concentração de lojas participantes: Centro Histórico (830), Floresta (307), Passo D´Areia (297) e Cristo Redentor (171);

– Segmentos de destaque com maior número de lojas participantes: Moda e acessórios – 1046; Casa e decoração – 438; Farmácia – 368; Alimentos e bebidas – 311.

– Avanço no número de participantes nos últimos anos: 2020 – 5.200; 2019 – 4.500; 2018 – 3.400; 2017 – 3.000; 2016 – 2.400; 2015 – 1.500.